XXII Encontro Monárquico do Rio de Janeiro – Jubileu de diamante de Elizabeth II e aniversário de D. Luiz de Orleans e Bragança

No mês de junho próximo passado, enquanto os olhos do mundo voltavam-se para a celebração do jubileu dos 60 anos de reinado de Elizabeth II, rainha da Inglaterra e do Império Britânico (2 de junho), celebrava-se também o 74º aniversário natalício do chefe da Casa Imperial Brasileira e Imperador de juri do Brasil, Dom Luiz  Gastão de Orleans e Bragança (6 de junho).

Na Inglaterra as comemorações aconteceram ao longo de quatro dias a partir do aniversário da coroação da rainha (de 02 a 05 de junho) com milhões de súditos aclamando a monarca do Império Britânico. Já no Brasil, enquanto todas as atenções se voltavam para a conferência Rio Mais 20, as bodas natalícias de Sua Alteza Imperial e Real Dom Luiz Gastão de Orleans e Bragança foram comemoradas durante o vigésimo segundo Encontro Monárquico do Rio de Janeiro, entre os dias 30 de junho e 1º de julho, reunindo delegações monarquistas de todo o Brasil. Dom Bertrand de Orleans e Bragança, segundo na linha de sucessão ao trono, representou Dom Luiz no encontro que contou também com a participação de Dom Antônio e seu filho, o jovem príncipe Dom Rafael de Orleans e Bragança.

Aberto por S.A.R. Dom Antônio de Orleans e Bragança, a primeira parte do evento teve uma explanação sobre “A Gênese da Monarquia no Ocidente Cristão) (Prof. Ricardo Luiz Silveira da Costa) e a apresentação de descobertas arqueológicas na Cripta do Ipiranga (Profª Valdirene do Carmo Ambiel). Entre as comitivas presentes, destaco a de Minas Gerais, composta pelos membros do Conselho Monárquico Jovem, Marcos Paulo Abreu (chanceler) e Nelmar Nepomuceno (secretário-geral), pelo jornalista Paulo Henrique Chaves, pelo maestro Fabrício Montandon, pelo colunista Ricardo Cavalcanti e pelos empresários Jean Menezes e José Gontijo.

Ao abrir a segunda parte do encontro, o jovem príncipe Dom Rafael de Orleans e Bragança, quarto na linha sucessória, abriu a segunda parte dos trabalhos. Em sua fala, Dom Rafael destacou que ter conhecido em, recente evento na cidade mineira de Juiz de Fora (o I Encontro Monárquico Jovem de Juiz de Fora), mais um grupo de jovens monarquistas (o Conselho Monárquico Jovem) o encheu de alegria e esperança. O esplendor do jubileu de diamante da rainha britânica e a modernidade do regime monárquico foram brilhantemente defendidos pelo português Dr. José Carlos Sepúlveda da Fonseca e a questão ambiental, sobretudo a forma irresponsável, interesseira e falseada como é tratada, foi a tônica da fala do jornalista  Jornalista Nelson Ramos Barretto fe do pronunciamento  do príncipe Dom Bertrand de Orleans e Bragança.

Tanto na Inglaterra quanto no Brasil as comemorações encerraram-se com uma cerimônia religiosa. Em Londres, Elizabeth II participou, ao lado do príncipe Charls e outros membros da realeza, de uma missa na catedral de Saint Paul. No Rio de Janeiro, os príncipes Dom Bertrand, Dom Antônio e Dom Rafael participaram de missa solene na tradicional Igreja de Nossa Senhora da Glória do Outeiro. À missa seguiu-se o banquete imperial, com a presença dos príncipes imperiais e de delegações de monarquistas de todo o Brasil.

Anúncios

Os comentários estão desativados.