Princesas Plebeias. Contos de fadas da vida real

Em algum lugar do mundo existe um reino onde uma linda jovem do povo, de origem simples, vive uma vida dura, repleta de desafios e provações até que um dia em uma festa, um banquete real ela conhece um príncipe, cai em seus encantos, vive com ele uma linda história de amor que culmina em uma majestosa festa de casamento, na qual ela entra para a realeza e os dois vivem felizes para sempre. Parece um conto de fadas, vivido no mundo da fantasia numa época muito, muito antiga. No entanto, esta é a história real, vivida nos dias atuais por mulheres comuns, plebeias que se casaram com príncipes de verdade e se tornaram rainhas e princesas, senhoras de reinos e principados.

plabeias

willian kateA jovem Catherine nasceu e cresceu em uma pequena vila de uma cidade do interior da Inglaterra, perto de Londres. Como tantas outras jovens, ao entrar para a faculdade, Catherine viu o rumo de sua vida mudar completamente em uma festa da Universidade de St. Andrews, na Escócia. Foi lá que a a estudante de História da Arte, conheceu seu grande amor, seu príncipe. Seu nome era William,  filho de um certo Charles de Windsor e príncipe herdeiro do trono do Império Britânico, hoje sob o reinado de Elizabeth II. Os dois começaram a namorar, viveram juntos durante o curso universitário, depois da formatura a jovem Kate Midleton trabalhou em uma rede de lojas de roupa, depois na empresa de festas infantis de seus pais quando recebeu de seu príncipe o anel de noivado, o mesmo que pertencera à princesa Diana. No dia 29 de abril de 2011, na Abadia de Westminster, Kate Midleton casou-se com o Príncipe Willian, tornando-se Duquesa de Cambridge, Princesa Consorte e herdeira consorte do trono do Império Britânico.

felipe_letiziaNa Espanha, quando ainda estudava no Colégio Público Gesta de Oviedo, a jovem Letizia certamente nem sonhava conhecer um príncipe, ter um Casamento Real, quem sabe um dia se tornar rainha. Letizia graduou-se em Ciências da Informação pela Universidade Complutense de Madrid, começou a trabalhar no jornal ABC e na agência de notícias EFE, tornou-se  uma jornalista conhecida com passagem pela CNN e pela TVE  (Televisión Española), onde chegou a ser âncora. Após quase 10 anos de namoro, chegou a casar-se com um professor de literatura, mas o casamento não durou nem um ano. Após a separação, quando participava de um jantar, Letizia conheceu Filipe de Bourbon, Príncipe Herdeiro do trono espanhol, com quem iniciou um novo relacionamento. Os dois se casaram na Catedral de Santa María la Real de la Almudena, em Madrid e a partir de então Letizia Ortiz tornou-se Princesa das Astúrias e presuntiva futura Rainha de Espanha.

albert charleneNascida na África do Sul, filha de um engenheiro da computação e de uma ex-mergulhadora, Charlene Wittstock logo cedo, iniciou sua carreira como nadadora profissional, tendo competido pala seleção sul-afriana em diversas Olimpíadas. No ano de 2000, quando competia no charmoso principado de Mônaco, Charlene conheceu seu soberano, o Príncipe Albert II e começaram um relacionamento amoroso. Ao longo do relacionamento, Charlene converteu-se ao catolicismo, aprendeu francês, o dialeto monegasco e o protocolo da corte europeia e, no dia 3 de julho de 2011 uma belíssima cerimônia no Palácio Grimaldi, transmitida ao vivo por várias emissoras de TV e diante de autoridades do mundo todo, tornavam a ex-nadadora e o Chefe de Estado de Mônaco, marido e mulher. Após o casamento, Charlene se tornou a princesa consorte do Mónaco, titulada Sua Alteza Sereníssima, a Princesa do Mónaco, posição antes ocupada pela mãe do Príncipe Albert II, Grace Kelly.

willem e maximaDa América Latina, Máxima Zorreguieta, filha mais velha do político e fazendeiro Jorge Zorreguieta nasceu em Buenos Aires, graduou-se em Economia pela Universidade Católica Argentina e trabalhou em empresas de de finanças em seu país, em Nova York e depois na Europa. No auge de sua carreira profissional, durante a Feira de Abril, em Sevilia, na Espanha, apresentou-se a ela um certo “Alexandre”. Durante o encontro, ele disse que era Willem-Alexander, príncipe herdeiro do Reino dos Países Baixos. Máxima pensou que ele estivesse brincando, mas combinaram um novo encontro. A partir daí começaram um relacionamento que levou ao casamento com o príncipe, em cerimônia realizada em Amsterdã, quando a plebeia sul-americana recebeu o título de Princesa do Reino dos Países Baixos, vindo a se tornar, após a renúncia da Rainha Beatrix I em favor do filho, rainha do Reino dos Países Baixos, ao lado de seu marido, o rei Williem-Alexander tornando-se soberana da Holanda, de Aruba, de Curaçao, de São Martinho e das Antilhas Neerlandesas.

Mais que governar, inspirar seus súditos é a principal função da realeza. As histórias destas mulheres serve para dar testemunho de que não importa se você nasceu em uma vila, na América do Sul ou na África. Não importa se estudou em escola pública, se trabalhou atrás de um balcão, se se tornou esportista. Não importa se casou-se e não deu certo. Acredite no amor, tenha sonhos, espere, busque, tenha a construção de uma família como o ideal mais nobre. Estas mulheres se tornaram rainhas, senhoras de povos, reinos e principados, hoje são celebridades, admiradas e respeitadas em todo o mundo e conquistaram tudo isto através do casamento.

Anúncios

Os comentários estão desativados.