O Império Brasileiro e as repúblicas sul-americanas

O século XIX foi marcado, especialmente nas Américas, pelos processos de independência das terras colonizadas por nações europeias neste continente. As possessões portuguesas, porém, passaram por uma experiência diferente da de seus vizinhos holandeses, ingleses, franceses e sobretudo espanhóis.  Divididas inicialmente em 15 Capitanias Hereditárias ao invés de serem mantidas colônias e lutarem pela independência uma a uma, como na América Espanhola, a América Portuguesa foi elevada  em 1645 à condição de principado, e em 1815 a reino, passando a integrar o Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves do qual veio, inclusive a tornar-se sede, com capital na cidade do Rio de Janeiro, mantendo-se a unidade das possessões portuguesas, pelo que é até mais apropriado chamar de emancipação  do que de independência o processo de separação do então Reino do Brasil dos demais integrantes do império português.

america portuguesa

Após a emancipação, o Reino do Brasil passou a ser denominado Império do Brasil o que justifica a importância histórica da única monarquia bem sucedida da América do Sul. Não fosse a monarquia, o continente teria pelo menos 8 outras repúblicas que chegaram a proclamar sua independência mas foram reincorporadas ao território brasileiro. Ao todo seriam pelo menos 20 repúblicas na América do Sul, a saber:

Colômbia Independente em 1810, Chile independente em 1818, Argentina independente em 1816, Perú e Venezuela Independentes em 1821, Brasil e Confederação do Equador e República do Equador independentes em 1822, Bolívia,  Paraguai e Uruguai independentes em 1825, Grão-Pará Independente em 1835, Rio Grande e Bahia independentes em 1837, Maranhão independente em 1838, República Juliana independente em 1839, Guiana e Suriname independentes em 1866 e República do Acre independente em 1899. Além destas repúblicas, a Guiana Francesa continua sendo uma possessão da República da França até os dias atuais.

20republicas

Ao todo nasceram pelo menos 20 nações republicanas na América do Sul mas a monarquia brasileira manteve-se soberana sobre 8 delas justificando o status de Império e tornando possível a consolidação de uma grande nação de dimensões continentais.

Anúncios

Os comentários estão desativados.